Case: Versão Mobile com Aparência de App Aumenta 113% a Taxa de Conversão de Loja Virtual de Moda Íntima

case-vtex-milli-online

Milli Online atua no mercado de moda íntima e produtos eróticos desde 2003. Possui 3 marcas exclusivas, 2 lojas físicas e mais de 10.000 produtos disponíveis para compra. A empresa começou em 2010 sua operação de vendas online na plataforma VTEX.

Em 2015, realizou seu primeiro projeto com a Quatro Digital. Fizeram a reformulação do layout da loja virtual, criando uma nova identidade responsiva (que se adapta a diferentes resoluções). Criando e desenvolvendo funcionalidades segmentadas para consumidores B2B e B2C. Sempre visando a redução do custo operacional e aumento de conversão.

Os resultados a curto prazo foram incríveis! Em 30 dias no ar, o tráfego orgânico já tinha aumentado em 108% e o número de pedidos realizados por dispositivos móveis cresceu 50%.

Desde então, a Milli Online e a Quatro Digital vem trabalhando juntos, realizando um trabalho constante de evolução.

Desafios do Projeto Mobile com Aparência de Aplicativo

Apesar da ótima usabilidade e experiência de compra da interface responsiva, a Milli Online foi se tornando uma loja virtual cada vez mais robusta com diversas novas funções segmentadas.

O número de consumidores utilizando SmartPhones rapidamente se tornou a maioria dos visitantes. Como consequência, precisavam de uma experiência melhor durante a navegação através do mobile.

Outra particularidade era a área do revendedor, utilizada para vendas em atacado. Na interface mobile, ela tinha pouco destaque, fazendo com que menos clientes soubessem dessa função dentro do e-commerce.

Foi aí então que veio a decisão de se posicionar de forma diferenciada frente aos consumidores mobile. Criar uma nova identidade visual 100% voltada para o SmartPhone e que pudesse destacar suas principais funcionalidades (B2B e B2C) de forma clara e usual.

Resultados: 113% Aumento na Taxa de Conversão

case-vtex-milli-mobile

A Quatro Digital realizou estudos de casos e criou uma nova interface com um grande diferencial:  a aparência de aplicativo.

Foram tomadas decisões de layout e UX para tornar a experiência de compra extremamente intuitiva. A loja deveria atender todas as necessidades dos consumidores que acessavam através de seus aparelhos celulares.

Após um período de projeto fluído, foi ao ar em Dezembro de 2016 a versão 100% mobile. Em menos de 2 meses, os resultados já foram acima da expectativa a níveis qualitativos e quantitativos. A taxa de conversão mobile aumentou em 113% através de smartphones.

Um dos detalhes que marcam a história deste projeto é que o período analisado foi após uma Black Friday. Época em que os picos de tráfego e conversão da loja costumam ser muito mais altos.

“Não tenho dúvidas em indicar a Quatro Digital para meus colegas de mercado. A empresa trabalha com perfeição e parceria em todos os projetos. Extremamente responsáveis e com um plus na excelência de atendimento! Me orgulho em ter essa agência como parceira.”

diz Natalia Oliveira, Gerente de e-Commerce da Milli Online.

Para os próximos passos, a Milli Online pretende continuar investindo na evolução da loja virtual . Junto com a Quatro Digital, farão um trabalho constante de melhorias de UX e usabilidade. Avaliando o comportamento dos consumidores, garantindo excelência na jornada de compra e criando funcionalidades diferenciadas, que gerem mais rentabilidade para o negócio.

Confira abaixo imagens do projeto:

Artigos Relacionados

3 thoughts on “Case: Versão Mobile com Aparência de App Aumenta 113% a Taxa de Conversão de Loja Virtual de Moda Íntima”

  1. Pingback: Case VTEX: Como o e-Commerce da Havan cresceu 127% em um ano

  2. O sexshop de vocês tem almofadas de coração? Seria interessante vocês fazerem
    kit de almofada de coração e colocar produtos do sexshop juntos como por exemplo
    vibradores com capa peniana junto com almofada de coração e também camisinha.
    Minha tia tem um sexshop e faz isso e as clientes dela adoram
    Só uma sugestão viu amiga. beijos renata 😉

  3. Pingback: Case: Como o eCommerce da Loja Green faturou 71% a mais em 40 dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *